Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Grêmio comanda a partida e vence o Pelotas por 2 a 0

Postado em 21/03/2019 por

Compartilhe agora.
Correio do Povo

O Grêmio usou reservas, não contou sequer com a presença de Renato Portaluppi e ainda assim venceu o Pelotas com tranquilidade, nesta quarta-feira, na Boca do Lobo. O Tricolor comandou as ações, sofreu poucos riscos e ajustou seu ataque na etapa final para garantir o 2 a 0, pela última rodada da primeira fase do Gauchão. Com nove vitórias em onze partidas, vai invicto e fortíssimo para as quartas de final, onde enfrentará o Juventude. O Pelotas, por sua vez, cumpriu a missão de se manter na elite estadual.

A equipe de Gavilan é que tinha interesse no resultado do jogo, mas foram os gremistas que comandaram o primeiro tempo de partida. As trocas de passe foram eficientes, porém sem objetividade para fazer o gol. A partida começou com lance polêmico, num belo lançamento de Jean Pyerre para Montoya. O argentino sairia livre na cara do gol. A arbitragem marcou impedimento de maneira equivocada.

Coube ao estreante Galhardo, então, experimentar o primeiro chute da partida. Ele recuperou bola afastada por Makelele na direita, cortou para dentro e chutou forte, mas encobriu a meta de Airton. A partir daí, os donos da casa avançaram um pouco as linhas e equilibraram as ações. A bola, contudo, ainda ficava mais com o Tricolor.

Foi neste cenário que a bola passou de pé em pé, chegou em Jean Pyerre e este acionou Pepê completamente livre na esquerda. O atacante percebeu a entrada de Vizeu e serviu com carinho. O centroavante carimbou a defesa e desperdiçou ótima oportunidade.

No retorno do intervalo, coube ao jogador mais inspirado do dia mudar o placar. Aos 8 minutos, Thaciano roubou bola na intermediária, driblou dois defensores e invadiu a área. O volante encarnou um camisa nove, esperou a saída do goleiro e cutucou no canto direito para fazer um golaço para o 1 a 0.

O segundo gol veio aos 46, com Thonny Anderson. O garoto roubou a bola no campo de defesa e tocou para Jean Pyerre. Feito o meia clássico que é, dominou, esperou a passagem do companheiro no momento certo e fez o lançamento. Thonny correu para a área e tirou do goleiro. Era uma bola difícil, com pouco ângulo, mas passou de Airton, bateu na trave direita e entrou para definir o 2 a 0.

Correio do Povo

Link da Notícia

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.