Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Guerrero não será liberado da seleção, afirma jornal peruano

Postado em 15/08/2019 por

Compartilhe agora.
Correio do Povo

“Se os brasileiros fazem seus torneios sem levar em conta as datas Fifa, o problema é deles”, revelou uma fonte ligada à Federação Peruana de Futebol (FPF) ao jornal Líbero, de Lima. Se a informação for confirmada pela FPF, o centroavante Paolo Guerrero não ficará à disposição do técnico Odair Hellmann para jogar pelo Inter a segunda partida da semifinal da Copa do Brasil contra Cruzeiro – caso a equipe colorada avance, o camisa 9 também ficaria fora da primeira partida da final.

O periódico destaca a presença do executivo de futebol do Inter, Rodrigo Caetano, em Lima para fazer o pedido de liberação de jogador. “Pela importância da partida e por respeito ao futebol peruano, viemos aqui com a intenção de conversar com (o diretor desportivo) Juan Carlos Oblitas ou com (o técnico) Ricardo Gareca. Primeiro conversamos com o titular da FPF porque respeitamos as hierarquias”, afirmou o dirigente ao Líbero.

A política da federação peruana é não liberar jogadores convocados, mas, mesmo assim, o presidente Agustín Lozano repassou a decisão para Gareca e Guerrero. “Se ele (o centroavante) pedir para não vir, é um problema dele, mas não creio que ele não fará isso, pois sabe como pensamos no Peru”, acrescentou a fonte do Líbero.

O segundo jogo contra o Cruzeiro está marcado para o dia 4 de setembro, no estádio Beira-Rio. Os peruanos pegam o Equador no dia 5, no estádio Red Bull Arena, em Nova Jersey. No dia 10, será a vez de enfrentar o Brasil, no estádio Los Angeles Memorial Coliseum, na Califórnia. A primeira partida da final da Copa do Brasil está marcada para o dia seguinte. 

A FPF irá enviar a comunicação de convocação para os clubes neste final de semana. A convocação precisa ser feita até 15 dias antes do primeiro amistoso, então, ela deve ocorrer no dia 21.

Correio do Povo

Link da Notícia

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.