Ouça agora na Rádio

N Notícia

Pouco inspirado, Inter perde para o Palmeiras por 1 a 0

FOTO: Correio do Povo

Pouco inspirado, Inter perde para o Palmeiras por 1 a 0

Equipe paulista aproveitou falha de marcação para largar na frente nas quartas de final da Copa do Brasil

O Inter caiu na armadilha do Palmeiras, no Allianz Parque. Num jogo truncado, a equipe colorada sofreu o gol cedo e, mesmo tendo mais posse, não teve forças para superar o bloqueio do rival. Volta de São Paulo com derrota de 1 a 0 e desvantagem no confronto das quartas de final da Copa do Brasil.

As duas equipes voltam a se enfrentar na quarta-feira que vem, no Beira-Rio. Para se classificar, o Colorado precisará de uma vitória por dois gols de diferença – se vencer por um, força a decisão nos pênaltis. Os paulistas avançam com qualquer empate. Antes disso, os dois voltam para o Brasileirão. Enquanto o Inter encara o Athletico, em Curitiba, o Palmeiras tem clássico contra o São Paulo, no Morumbi. 

O Inter entrou no campo do Allianz Parque com a proposta de segurar o Palmeiras. O técnico Odair Hellmann optou por deixar D'Alessandro no banco para a entrada de Patrick na equipe titular. Acabou perdendo o meio-campo e tendo dificuldades para o adversário.

As duas equipes fizeram uma etapa inicial bastante truncada. E, neste estilo de jogo, os donos da casa levaram a melhor, abrindo o placar aos 19 minutos depois de a bola ter sobrado para Bruno Henrique na direita. Ele cruzou e aproveitou a falha de marcação da defesa colorada. Zé Rafael, livre, desviou e correu para o abraço. 

A reação do Inter foi rápida e, na única conclusão ao gol que teve, Nico López testou os reflexos do goleiro Weverton, aos 22. O jogo, então, passou a ficar mais truncado, com execesso de faltas na meia-cancha – foram 25 ao todo no primeiro tempo – e poucas conclusões para os dois lados.

Odair tentou corrigir o problema do meio já no intervalo, promovendo a entrada de D'Alessandro na vaga de Nonato. E já nos minutos seguintes a tônica da partida mudou, com o Inter tendo um pouco de mais posse e ficando mais perto da área adversária. O problema é que os colorados não conseguiam a conclusão e deixaram espaços para a que os donos da casa chegassem com força no contragolpe.

O Inter descolou o seu primeiro chute do segundo tempo somente aos 22. Após cruzamento de Uendel, a bola sobrou para Nico López, de costas para o gol. Ele conseguiu virar, mas mandou fraco e fácil para Weverton fazer a defesa. O uruguaio, que era quem mais arriscava, acabou sendo substituído logo depois por Rafael Sobis.

Fim do jogo, vantagem para o Palmeiras.

FONTE: Correio do Povo
Link Notícia