Ouça agora na Rádio

N Notícia

Grupo cavalga por mais de 100 quilômetros para contar história de erva-mate

FOTO: Rádio Tapejara

Grupo cavalga por mais de 100 quilômetros para contar história de erva-mate

Cavaleiros almoçaram neste sábado, em Ibiaçá

Cerca de 20 cavaleiros e amazonas percorrem, desde a última sexta-feira (30), um trajeto de quase 120 quilômetros com o objetivo de resgatar a história da Erva-mate Cambona Quatro. Comandados pelo tenente da Brigada Militar, João Ferreira, os integrantes do grupo partiram de Machadinho - onde a erva-mate é produzida - na última sexta-feira, às 08 horas, e fizeram a parada para o almoço nesse sábado (01), em Ibiaçá. No local, foi plantado um pé de erva-mate.

Formada em 2006, a Associação Cultural e Campeira Amigos do Arreio, de Caseiros, realiza cavalgadas anuais nas proximidades da Semana Farroupilha. De acordo com o fundador e atual vice-coordenador do grupo, Paulo João Nadin, a cada edição eles escolhem um tema para resgate histórico. Desde a sua fundação, a associação já contou a história dos municípios de Caseiros e Lagoa Vermelha, do cantor José Mendes e dos grupos Os Serranos e Os Monarcas, entre outros temas abordados pela equipe.

Além das bandeiras, o grupo carrega uma chama, acesa no fogo que seca a erva-mate, e uma imagem de Nossa Senhora Consladora, que foi presente do Santuário de Ibiaçá à associação. À tarde, os cavaleiros seguiram em direção a Caseiros, onde devem encerrar a cavalgada nesta segunda-feira, por volta das 10h.

FONTE: Rádio Tapejara
Link Notícia