Ouça agora na Rádio

N Notícia

Identificados dois homens mortos em confronto com a BM após assalto a banco em Santana da Boa Vista

FOTO: Rádio Gaúcha

Identificados dois homens mortos em confronto com a BM após assalto a banco em Santana da Boa Vista

Com condenação até 2030, um dos criminosos era foragido da Justiça após romper tornozeleira

Dos quatro suspeitos de assaltar a agência do Banrisul, na sexta-feira (30), usando clientes como cordão humano e fugindo levando reféns em Santana da Boa Vista, no Sul, um foi preso e outros dois morreram em confronto a tiros com policiais militares.

Os dois mortos foram identificados como Eder Juliano Guntzel, 37 anos, e Márcio Soares Rodrigues, 34 anos. Conforme a Brigada Militar, a dupla disparou contra quatro PMs do 2° Batalhão de Polícia de Choque (2º BPChoque), da BM de Santa Maria, em uma mata nas proximidades da BR-392, próximo à ponte do Rio Camaquã, por volta das 23h30min deste sábado (31).

Segundo informações do comandante-geral da Brigada Militar, coronel Mario Ikeda, um Guntzel é natural de Teutônia. O homem tinha quatro condenações por crimes de receptação, tentativa de homicídio, estupro e assalto, cometidos em Novo Hamburgo.

Condenado a 25 anos e meio de prisão, até janeiro de 2030, cumpria pena em regime semiaberto desde agosto de 2016. Estava sob monitoramento por tornozeleira eletrônica, mas desde o dia 20 era considerado foragido, por ter rompido o equipamento.

Rodrigues era morador de Encruzilhada do Sul e, conforme a BM, tinha antecedentes policiais por roubos ao comércio e a residência, porte ilegal de arma e furto de veículo. De acordo com o tenente-coronel Paulo Antônio Flores de Oliveira, comandante do 2° BPChoque, os dois homens estaria na mata aguardando serem resgatados por carro de algum comparsa, e podem ter se confundido ao avistar os faróis da viatura da corporação.

— Nossa viatura é verde, e, em um primeiro momento, eles podem ter se atrapalhado. Mas quando perceberam que era da BM, começaram a atirar contra a viatura. Os policiais reagiram, e os dois suspeitos foram alvejados. Felizmente, nenhum dos PMs se feriu — afirmou o oficial. 

Com os dois mortos, a BM apreendeu pistola, revólver e espingarda, além de colete à prova de balas e sacola com dinheiro. O primeiro suspeito, preso pela BM em ação conjunta à Polícia Civil e a Polícia Rodovia Federal horas após o ataque a banco, é Diogo Silva Santos.

Ele tem 36 anos e registro policial por furto em residência. De acordo com o tenente-coronel Paulo Antônio, buscas ao quarto integrante do bando seguem na região. Há suspeitas de que o homem esteja embrenhado em mata da região.

FONTE: Rádio Gaúcha
Link Notícia