Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Cidade da Região Metropolitana registra primeiro caso de chikungunya contraído no RS em 2019

Postado em 05/04/2019 por

Compartilhe agora.
Divulgação

O governo de Estado confirmou o primeiro caso de febre chikungunya contraído no Estado neste ano. A vítima é uma mulher que mora em Esteio, na Região Metropolitana. No dia 21 de março, ela começou a sentir dores nas articulações, músculos e irritações na pele. 

A Secretaria Municipal de Saúde realizou, nas áreas próximas à residência, a varredura por locais com água parada, onde o mosquito transmissor da doença, o Aedes aegypti, se reproduz. 

A infecção por chikungunya começa com febre, dor de cabeça, mal-estar, dores pelo corpo e muita dor nas articulações (joelhos, cotovelos, tornozelos e pulsos), em geral, dos dois lados do corpo. Em alguns casos, também pode apresentar manchas vermelhas ou bolhas pelo corpo. O quadro agudo dura até 15 dias e cura espontaneamente. 

Cerca de 30% dos casos não chegam a desenvolver sintomas. Normalmente, eles aparecem de dois a 12 dias depois da picada do mosquito, período conhecido como incubação. 

Rádio Gaúcha

Link da Notícia

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.