Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Irreconhecível, Grêmio perde para a Universidad e se complica na Libertadores

Postado em 05/04/2019 por

Compartilhe agora.
Correio do Povo

Sem inspiração e completamente perdido coletivamente, o Grêmio foi derrotado na noite desta quinta-feira pela Universidad Católica no estádio San Carlos de Apoquindo. O revés de 1 a 0, com gol de Sebastian Saez, complicou o futuro do Tricolor na Libertadores e agora a classificação para a segunda fase depende de um milagre. 

Com o resultado, o Grêmio permanece com apenas um ponto. O time acabou sendo beneficiado pela vitória do Libertad (2 a 0) em cima do Rosario Central. Em razão do saldo, o Tricolor ocupa agora a terceira colocação. Para ter chances de chegar à etapa de eliminatória, o Tricolor precisará vencer seus três próximos compromissos e ainda torcer por tropeços dos adversários. Antes de retornar à Libertadores, o time de Renato Portaluppi terá que garantir a passagem para final do Gauchão diante do São Luiz no próximo domingo, na Arena. 

Escalado com o que tem de melhor, incluindo Montoya, o Grêmio bem que tentou fazer o seu jogo no estádio San Carlos de Apoquindo. A iniciativa, porém, não funcionou. Marcando muito, a Universidad Católica abriu mão de ter a posse de bola para explorar os contra-ataques nos primeiros minutos de partida. 

Ainda que tivesse o controle técnico, o Grêmio não conseguia se achar no ataque. Tardelli e Luan estavam mal individualmente e Everton era a figura mais lúcida do Tricolor do meio para frente. O confronto ficou muito disputado a partir dos 10 minutos, com muitas perdas de bola e poucas conclusões a gol. A partir dos 16, a história mudou e foi aí que o time gaúcho se perdeu no primeiro tempo. Após uma boa jogada de Magnasco pela direita, o centroavante Saez aproveitou um bom cruzamento e abriu o placar. Ele pegou a bola na frente da zaga e, de peito de pé, colocou no canto direito de Paulo Victor para fazer 1 a 0.

A derrota no Chile apontou um caminho espinhoso para a classificação para a segunda fase.

Correio do Povo

Link da Notícia

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.