Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Revezamento na volta será uma obrigação no Inter

Postado em 27/06/2019 por

Compartilhe agora.
Correio do Povo

Quando julho chegar, o Inter viverá uma sequência impossível de ser vencida por 11 jogadores apenas. Serão sete partidas, a maioria decisiva, em apenas 21 dias a partir do jogo contra o Palmeiras, em 10 de julho, em São Paulo. Por isso, Odair Hellmann usará a intertemporada, que vai até sábado em Atibaia e depois segue no CT Parque Gigante, para deixar todo o grupo de jogadores apto a jogar. Afinal, o revezamento, neste caso, não é uma opção, mas uma imposição do calendário. 

“São muitos jogos em poucos dias. Vamos tentar passar de fase na Copa do Brasil e na Libertadores, além de somar pontos no Brasileirão. Por isso, vamos ver as necessidades pontuais (de cada jogador) e fazer a rotatividade. Vamos ver jogo a jogo, dentro de um planejamento e de uma discussão diária da comissão técnica”, observou o preparador físico, Cristiano Nunes.

Segundo ele, o principal objetivo da comissão técnica para a intertemporada é dar homogeneidade física ao grupo de jogadores. “Temos que aproveitar da melhor forma esses 20 dias que antecedem os jogos. A prioridade vai ser trabalhar fisicamente, deixando o grupo todo em boas condições”, enfatiza. 

Dentro dessa estratégia, o clube marcou três jogos-treinos para o período, sendo que dois serão realizados em Atibaia. O primeiro ocorre amanhã contra o Pouso Alegre-MG, às 10h. O outro, contra o Atibaia-SP, no mesmo horário do dia seguinte. A ideia é colocar todos os jogadores que estão à disposição de Odair Hellmann em campo por pelo menos alguns minutos. Assim, começam a ganhar ritmo para a sequência que virá em julho. 

Correio do Povo

Link da Notícia

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.