public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

Inter vence Palmeiras nos pênaltis e assegura passagem para as semifinais da Copa do Brasil

Correio do Povo

Uma noite dramática define o que foi o confronto entre Inter e Palmeiras, nesta quarta-feira, pelas quartas de final da Copa do Brasil. O Colorado foi sempre melhor e ganhou por 1 a 0 no tempo normal. Vai reclamar sempre, contudo, do gol anulado já nos acréscimos e que levou a partida para os pênaltis. Nas cobranças, festa no Beira-Rio e classificação para a semifinal.

O Inter apagou qualquer lembrança do time que perdeu para o Palmeiras na última semana. Os comandados de Odair Hellmann aproveitaram o empurrão da torcida e peitaram o Palmeiras desde o apito inicial. Mesmo com o Verdão levando muito perigo nos contragolpes, o Colorado respondeu com imposição ofensiva e castigando o goleiro Weverton.

A artilharia pesada do ataque colorado tinha Nico López e Guerrero abastecidos por D'Alessandro. Além disso, Patrick e Edenilson viraram usinas de força, lutando por cada bola e fazendo ela chegar na área adversária. 

A disposição gerou a primeira chance aos três minutos da etapa inicial. Guerrero acionou D'Alessandro na meia-lua, o meia chutou de primeira e Weverton espalmou esquisito para escanteio. O goleiro voltou a trabalhar aos 10 minutos. D'Alessandro cobrou falta com perfeição na cabeça de Moledo. O zagueiro subiu livre e cabeceou firme no canto direito, mas o goleirão fez milagre para espalmar. O ímpeto do Inter sofreu um leve susto em seguida, quando o peruano dividiu uma bola na área e sentiu o tornozelo. Após atendimento, contudo, o peruano voltou confiante. 

Edenilson quase marcou gol olímpico em escanteio cobrado da esquerda. Lindoso, então, conseguiu a assistência de cabeça para Guerrero, mas o peruano estava desequilibrado e mandou fraco. Guerrero tentou em novo passe de Lindoso, parou em grande defesa de Weverton num chute cruzado. Edenilson brigou pela bola na área, a dividida caiu nos pés de Patrick. Ele tinha dois marcadores na frente, enfiou o pé e um pequeno desviou matou Weverton. A bola estufou as redes no canto esquerdo: 1 a 0.

No segundo tempo os donos da casa continuaram a impor seu jogo no Beira-Rio. O Inter reduziu um pouco o ímpeto ofensivo, mas pouco deixou o Palmeiras criar.

Sem maior presença no ataque, o Palmeiras dependia de um lance à parte para fazer o gol. E quase aconteceu. Aos 35 minutos, Felipe Melo roubou bola na frente da área, invadiu e caiu na trombada com Edenilson. O árbitro marcou pênalti, para depois fazer a revisão no VAR e determinar lance normal.

O VAR voltou a ser o centro das atenções já aos 47. O Inter fez o gol da classificação, mas não valeu. D'Alessandro cobrou escanteio com perfeição, Cuesta desviou de cabeça e mandou por baixo do goleiro Weverton. A arbitragem de vídeo foi acionada e um suposto contato de Moledo com Felipe Melo determinou a anulação do lance. D'Alessandro foi expulso, com o segundo cartão amarelo, ainda antes da revisão, ao reclamar com o juiz. 

Vieram as cobranças e o Inter foi perfeito até a quarta cobrança. O Palmeiras, por sua vez, viu Lomba defender com os pés na cobrança de Gustavo. Luan ainda chutou bola no travessão, que caprichosamente bateu nas costas de Lomba e entrou. Então, Patrick teve a chance de decidir na quinta cobrança. Só que o volante chutou fraco no canto direito, para defesa de Weverton. Vieram as alternadas. Nonato cobrou firme, Weverton tocou na bola, mas entrou para o 5 a 4. A festa no Beira-Rio só veio quando Moisés explodiu a bola no travessão, definindo o avanço do Colorado.

Correio do Povo

Link da Notícia

  • message
    Postado por
    Rádio Ibiaçá FM
  • today
    Data
    18/07/2019
  • folder
    Categoria
    Locais/Regionais
  • code
    Feito por
    Sistema Plug
Copyright © 2021 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2021 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug