Ouça agora na Rádio

foto-locutor

Buscando...

Buscando...

Destaques

Locais/Regionais

Compartilhe agora

Polícia Civil trata como emboscada o assassinato de mãe e filha em Casca

Postado em 16/06/2020 por

img-page-categoria

*Fonte imagem : Polícia Civil trata como emboscada o assassinato de mãe e filha em Casca*


Rádio Gaúcha

A Polícia Civil trata como emboscada o assassinato de mãe e filha em Casca, município de 9 mil habitantes na região do Planalto, na noite de domingo (15). Neusa Maria Rapkievicz, 56 anos, e Ana Paula Rapkievicz, 32, foram mortas a tiros quando chegavam na propriedade rural em que moravam, na localidade de Capela Geral Velha. A Polícia Civil afirma ter uma linha de investigação consolidada e descarta feminicídio.

O crime aconteceu por volta das 19h na chamada Estrada Velha, que leva até o município de São Domingos do Sul. As vítimas estavam em um Focus prata, de propriedade da família, quando foram alvejadas por tiros de revólver.

— Estamos na fase inicial da investigação, mas, pela posição do carro e pela localização do crime, pode-se dizer que foi uma emboscada. Já temos uma linha de investigação, mas também apuramos outras informações que estão chegando. A princípio, não é um caso de feminicídio — afirma o delegado Vinicius Demartini, que atua como substituto em Casca.

A perícia inicial não conseguiu determinar o calibre do revólver utilizado no crime ou a quantidade de tiros disparados contra as vítimas, o que deverá ser esclarecido com a necropsia. Mãe e filha não possuíam histórico policial nem registros como vítimas de ameaças ou violência doméstica.

O marido de Neusa estava em casa no momento do crime. Ele deveria ser ouvido pela Polícia Civil ainda nesta segunda-feira (15). Como as perícias não estavam finalizadas, ainda não há informações sobre o sepultamento de mãe e filha, que deverá ocorrer no cemitério da comunidade de Capela Geral Velha.

Rádio Gaúcha

Link da Notícia

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários