Ouça agora na Rádio

foto-locutor

Buscando...

Buscando...

Destaques

Esporte

Compartilhe agora

Valor para o Inter e até entrada na Coreia: os entraves a superar em negociação de Gustagol

Postado em 23/06/2020 por

img-page-categoria

*Fonte imagem : Valor para o Inter e até entrada na Coreia: os entraves a superar em negociação de Gustagol*


Globo Esporte

O futuro de Gustagol segue indefinido. As conversas com o Jeonbuk Motors, da Coreia do Sul, não avançaram e, por enquanto, o centroavante permanece no Beira-Rio. A negociação tem alguns pontos a progredir, como o valor a ficar com o Inter em caso de venda, assim como a entrada no país asiático neste período de pandemia por conta do coronavírus.

Enquanto a Coreia do Sul foi um dos países a melhor controlar o contágio da doença, o Brasil se tornou o epicentro da pandemia. Mas os casos voltaram a crescer por lá, o que causa novas restrições.

O Inter, detentor de 15% dos direitos de Gustagol, busca abocanhar um valor maior. O contrato dá prioridade ao Colorado em uma eventual transferência do centroavante. Também estabelece um preço mínimo para o clube gaúcho cedê-lo a outro clube. A proposta do Jeonbuk Motors está abaixo dessa quantia.

O próprio Gustagol, bem como seu estafe, discutem com os asiáticos questões no contrato. Entre eles, duração do vínculo e valores a receber.

Os direitos do centroavante são fatiados. O Corinthians possui 30% dos direitos econômicos de Gustagol. O restante está divido entre Criciúma (35%) e Taboão da Serra (20%), clube pelo qual passou nas categorias de base.

O Inter, apesar de rechaçar os valores atuais, não descarta que a negociação prospere. Pelo contrário. Com dificuldades orçamentárias, a direção admite a necessidade de vender jogadores para equilibrar o caixa.

O interesse do Jeonbuk Motors por Gustagol não é inédito. No início do ano, os coreanos fizeram uma oferta por empréstimo, mas o Timão só aceitava liberá-lo em caso de venda. O clube paulista pedia ao menos US$ 5 milhões pelo atleta. À época, a cifra equivalia a R$ 20 milhões. Hoje, ela passa de R$ 25 milhões.

A pandemia do coronavírus agravou ainda mais a situação financeira já delicada vivida pelo Inter. O clube teve déficit de R$ 51 milhões e queda de R$ 20 milhões em receitas apenas nos primeiros quatro meses do ano.

Gustagol disputou apenas três jogos pelo Inter em 2020. Ele ainda não marcou pelo clube.

Globo Esporte

Link da Notícia

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários