Ouça agora na Rádio

foto-locutor

Buscando...

Buscando...

Destaques

Esporte

Compartilhe agora

Grêmio reavalia planejamento, espera posição do governo e pode cancelar ida a SC para treinos

Postado em 06/07/2020 por

img-page-categoria

*Fonte imagem : Grêmio reavalia planejamento, espera posição do governo e pode cancelar ida a SC para treinos*


Globo Esporte

O Grêmio enviou um funcionário a Criciúma e até já vistoriou três possíveis hospedagens para receber a delegação durante o período de treinos em Santa Catarina. Mas botou o pé no freio no planejamento de deixar o CT Luiz Carvalho para poder realizar trabalhos coletivos em outro estado.

Após anunciar o plano de sair de Porto Alegre, a diretoria deixa a ideia em banho-maria. Há possibilidade até de repensar o planejamento e seguir na capital gaúcha. Tudo dependerá da flexibilização – ou não – do governo do Rio Grande do Sul às restrições para treinos com contato físico.

O presidente Romildo Bolzan admitiu a chance de cancelar a ida ao estado vizinho e afirmou que o Grêmio só deixará Porto Alegre em uma data próxima a 9 de agosto. Este é o prazo definido pela CBF para a retomada do Brasileirão.

O clube entende que só faz sentido avançar para treinos coletivos e de maior intensidade com uma perspectiva de competição em vista. Até lá, a diretoria acompanhará as decisões das autoridades.

A diretoria gremista trabalha com duas datas para as definições de planejamento: 13 e 20 de julho. Duas segundas-feiras – dia em que o Comitê de Crise estadual se reúne para analisar protocolos e recursos de prefeituras municipais sobre as classificações do distanciamento social controlado.

A ida a Santa Catarina depende também do Gauchão. A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) pretende retomar o estadual em 26 de julho. Caso haja aval para a volta do Campeonato Gaúcho, os treinos coletivos serão liberados antes disso. Neste cenário, o Grêmio seguirá em Porto Alegre.

Globo Esporte

Link da Notícia

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários