Ouça agora na Rádio

foto-locutor

Buscando...

Buscando...

Outros

Compartilhe agora

Leite cogita retirar obrigatoriedade de adesão às bandeiras, mas prefeitos rejeitam sugestão

Postado em 22/07/2020 por

img-page-categoria

*Fonte imagem : Leite cogita retirar obrigatoriedade de adesão às bandeiras, mas prefeitos rejeitam sugestão*


GaúchaZH

Em reunião com prefeitos de todo o Estado nesta terça-feira (21), o governador Eduardo Leite sugeriu retirar a obrigatoriedade de que todos os municípios sigam à risca as bandeiras definidas no modelo de distanciamento controlado. Pela proposta, o Piratini continuaria rodando o mapa semanalmente e as regiões do Estado teriam autonomia para decidir se acolheriam ou não o nível de restrições indicado.

Na videoconferência, o governador apresentou a ideia como preliminar, em caráter de sugestão. Se aceita pelos prefeitos, a mudança deveria ser construída em conjunto com a Famurs e as associações regionais. Leite sublinhou que o Estado não pretende abrir mão da responsabilidade, mas obter maior engajamento na defesa do plano.

Em contraponto à ideia do governador, a maior parte dos gestores municipais se manifestou contra a possibilidade de autonomia regional total, por entenderem que o Estado deve manter a condução do modelo e orientar o nível de restrições. Houve pedidos, no entanto, por maior participação das entidades regionais na definição de protocolos e na discussão sobre o regramento do modelo.

Presidente da Famurs, o prefeito de Taquari, Maneco Hassen, foi um dos que defenderam que o governo do Estado deve continuar no comando, com mais abertura para colher sugestões das prefeituras.

 — As regionais devem participar das decisões junto com o governo do Estado, mas ele (governo) mantendo o controle, na medida em que a situação está grave e não é o momento e transferir a responsabilidade aos prefeitos.

Pelo sistema atual, o Estado divulga um mapa preliminar às sextas-feiras e as prefeituras e associações regionais podem recorrer até o domingo seguinte. O mapa definitivo, divulgado às segundas-feiras, deve ser seguido obrigatoriamente por todas as cidades.

A videoconferência entre Leite e os prefeitos começou por volta das 17h e reuniu presidentes de 25 associações regionais e a direção da Famurs.

GaúchaZH

Link da Notícia

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários