public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

RS registra, em janeiro de 2021, menor número de nascimentos da história

Cartórios civis gaúchos registraram 10.684 nascimentos no mês, queda de 14,53% comparado ao mesmo mês do ano passado

Onze meses após o início da pandemia em solo gaúcho, que já deixou mais de 11 mil mortos, o Rio Grande do Sul registrou redução histórica na taxa de natalidade: o menor número de nascidos em janeiro no Estado desde 2002 – ano que iniciou a série. De acordo com o levantamento da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais do Rio Grande do Sul (Arpen/RS), com base nos registros de nascimentos realizados nos 419 Cartórios de Registro Civil existentes, houve uma queda histórica de 14% nos nascimentos em janeiro de 2021. Os dados compreendem o primeiro mês após o período normal de gestação.

Em janeiro deste ano, foram realizados 10.684 nascimentos, número 14,53% menor que o registrado em janeiro do ano passado, quando houve 12.501. O número é ainda quase 15 pontos percentuais menor que a média histórica nacional do mês de janeiro desde 2002, que é de 0% ao ano, número que se repete quando se olha o período anual.

No Brasil, os nascimentos em janeiro também tiveram queda, chegando a 15,1%, com relação ao mesmo período de 2020. Foram registrados 207.901 nascimentos em janeiro de 2021, frente a 244.974 ocorridos no mesmo mês do ano anterior. Em âmbito nacional, a média histórica de variação do mês de janeiro também é de 0% ao ano, a mesma porcentagem de variação quando analisados os números do período anual.

Para a Arpen/RS, a queda é um dos efeitos de impacto futuro do novo coronavírus. “Por mais que os casais passassem mais tempo juntos dentro de casa, talvez a preocupação com o futuro tenha sido fator determinante na ideia de ter um bebê”, explica o presidente Sidnei Hofer Birmann. A entidade ainda acredita que o número de nascimentos registrados em 2021 ainda pode vir a aumentar, assim como a variação da média anual, uma vez que os prazos para registros preveem um intervalo de até 15 dias entre o nascimento e o lançamento dos dados no Portal da Transparência. Além disso, alguns estados brasileiros expandiram o prazo legal para comunicação de registros em razão da situação de emergência causada pela Covid-19.

Fonte: Rádio Guaíba

  • message
    Postado por
    Rádio Ibiaçá FM
  • today
    Data
    10/02/2021
  • folder
    Categoria
    Locais/Regionais
  • code
    Feito por
    Sistema Plug
Copyright © 2021 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2021 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug